A Busca do Recorde - O Que Quer Dizer?
27/11/2011
« Voltar

 

Vimos recentemente o recorde de tempo em uma pista oficial ser quebrado novamente para a modalidade de tres tambores.

Claudio Silva e Doc Jay Gamay fizeram o tempo espetacular de 16s763 na pista da FNSL em novembro de 2011 e quebraram o recorde que pertencia a Hollands Best e Marcos Bueno de 16s815.

Vamos a evolucao dos recordes para entender o ponto que gostaria de fazer.

17s215 - 2005 Edgar com One Bruby Doc

17s026 - 2006 Marcos Monzinho com Victory Fly

16s963 - 2008 Gabriela Ferro com Cashanova West

16s815 - 2009 Marcos Bueno com Holland Best

16s763 - 2011 Claudio Silva com Doc Jay Gamay HRI

Buscar o recorde nada mais e que buscar melhorar as condicoes de nosso querido esporte.  O recorde e uma consequencia e nao a causa.

Nos EUA o recorde para uma pista padrao e de 16s643.  Portanto o recorde do Claudio e Doc ja nao esta muito distante do melhor tempo nos EUA e isso e uma vitoria para nos do tambor brasileiro.

E isso que importa - o recorde de tempo conforme ele evoluiu so comprova o aspecto mais importante de toda essa dinamica:

A melhora das condicoes em que praticamos nosso esporte - ou seja linhagens mais apropriadas para o tambor, alimentacao e suplementacao melhor, manejo melhor, treino melhor, e finalmente pistas melhores.

Na questao da pista fica evidente que uma pista boa pode melhorar muito com o uso de uma ferramenta melhor - como foi o caso da pista da FNSL com o uso do rastelo da Arena Rafaela que deixou a pista mais segura, firme, macia, rapida e veloz!  E isso ficou evidente nos tempos baixos conseguidos naquele final de semana.  A pista deu uma chance igual para todos fazerem ou darem o melhor de si sem se preocupar com questoes ligadas a qualidade da pista como reparo, desnivel, dureza ou qualquer outra coisa que deixe o competidor apreensivo com o palco onde ele vai dar aquela sera sua unica passada na categoria - ou seja e sempre o tudo ou nada!

Mas e obvio que a pista e so uma das questoes relevantes.  Vejam como o trato melhorou da tropa - hoje dificilmente voce ve um animal magro e mal tratado nas provas, todos estao sendo muito tratados!  O manejo tambem esta cada vez melhor, com uma preocupacao evidente no bem estar dos animais.  O treino nem se fale - e so observar a quantidade de cursos com treinadores brasileiros ou gringos que estao acontecendo por todo o pais!  Os treinadores que sao competidores estao cada vez mais sensiveis aos animais e suas personalidades.  E isso tudo reflete nos resultados obtidos dentro da pista.

Podemos afirmar hoje que com as linhagens que temos no Brasil e com o avanco da qualidade da condicoes de trato, manejo, treinamento e pistas, que a modalidade esta cada vez mais proxima da terra mae que e os EUA. 

Com certeza, ainda temos muito para evoluir e ainda estamos talvez 10-15 anos atrasados.  Mas isso e muito bom porque temos uma oportunidade impar de melhorar e rapido!  E isso que vejo hoje.

E o recorde de tempo nada mais e que o melhor indicador desse progresso maravilhoso que estamos assistindo! E nos da FNSL queremos isso - o progresso, a evolucao, a melhora, nao para alguns mas para todos que sao apaixonados por cavalos e por essa modalidade fascinante!

Apoiamos o progresso do tambor porque temos a certeza que este progresso sera acompanhando de um crescimento espantoso da modalidade nos proximos anos.  

O ano de 2011 ja esta no final e foi sem duvida o melhor ano da modalidade na historia!  

2011 entra para historia com um novo recorde de tempo, a maior prova de tambor da historia do Brasil (3 GPR), grande crescimento das provas regionais, importacao de linhagens especificas para o tambor, premiacoes melhores, infraestrutura melhor, ranking em premios e sistema de gerenciamento de provas (SGP) e por ai vai!

O desafio continua enorme para todos que fomentam a modalidade de alguma forma.   Nao tenho duvida que esse desafio nos move e motiva para buscar um mundo cada vez mais justo e equilibrado para todos os participantes desse esporte maravilhoso que e os tres tambores.




Comentários
» Enviar seu comentário


03/12/2011
Ronaldo Klitzke Filho

Realmente, 2011 foi um grande ano para 3 Tambores no Brasil!
Parabéns aos que mais se dedicam para esta evolução, sem dúvida a FNSL está em destaque entre as equipes que melhor desempenham as atividades que fazem história neste esporte.
Especialmente, admiro a habilidade na seleção dos atletas para 3 Tambores. Com poucos animais, todos nacionais, a FNSL tem o melhor resultado em ganhos (pontos ou $) x inscrições, atualmente no Brasil.
Nem vou dedicar muitas linhas ao fantástico Marcos Monzinho, pois treinamento é assunto dos que mais gosto e comentários dependem de conhecer a metologia do treinador.
Recorde de tempo pode ser mesmo um ótimo parâmetro para avaliação de desempenho, ou quem sabe o melhor. Gostaria de saber o que a AQHA regulamenta sobre recordes, pois até onde sei, a ABQM ainda não atende este tema tão importante.
Felizmente, o número de pistas qualificadas vem aumentando, pois sem isso nem adianta discutir recordes.
"Viajando" um pouquinho, eu gostaria de ver méritos concedidos pela ABQM para atletas por desempenho em tempo e em vitórias, pois as diferenças entre as pistas rápidas e as descobertas, rurais, onde as provas dependem do clima, interferem nas carreiras dos atletas e sem dúvida, ao longo das gerações vão mudar as características do cavalo de 3 Tambores.
Ainda, é importante que se esclareça as medidas das pistas, pois temos provas oficiais com medidas diferentes e incomoda você comparar resultados dos animais, dos treinamentos sem parâmetro. Qual a medida de uma pista oficial?
Por fim, gostaria de ver as categorias oficiais orientadas pela ABQM e seus campeonatos regionais (aberta/amador/jovem/feminino; exibição/iniciante/júnior/sênior), tendo seus resultados válidos para pontuação em RM, condicionado à realização do exame anti-dopagem. De modo que se pudesse optar em pontuar ou não sendo submetido ao exame ou não. E esse tema é longo, pois existem tratamentos que não interferem no desempenho do dia da prova que são proibidos pelo exame e não deveriam. É a velha discussão sobre tolerância inteligente aos tratamentos da Medicina Esportiva. As provas poderiam ter sempre uma categoria "Tira-Teima", AO FINAL dos eventos oficiais, livres de exame anti-doping.
Quais as diferenças entre as regulamentações de pistas e categorias de AQHA e ABQM?

Parabéns a todos que se destacaram neste ano de 2011 na categoria de 3 Tambores, principalmente aos que melhor criaram, aos melhores proprietários e claro, aos melhores treinadores!

Que venha 2012!
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos