Inscricoes Congresso Despencam 16%
19/04/2011
« Voltar

Do otimo blog quartistas.com.br.  Qual sera a explicacao para essa queda grande quando todas as modalidades estao mostrando numeros crescentes?  Eu nao tenho uma explicacao boa.  Taxa de chuva?  Nao sabemos tambem o que puxou essa queda, ou seja qual modalidade, mas como o tambor e o carro chefe, sem duvida ele deve ter contribuido para esta queda brutal.  Confesso que estou surpreso! 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Esse final de semana muitos dos “craques” estão concentrados para o congresso da ABQM  e deverão poupar forças para o grande evento, que fechou com 3.934 inscrições. Ele ocorrerá de  26 de abril a 1° de maio, em Avaré (SP). No ano passado, foram inscritos  4.672 conjuntos, portanto ocorreu uma diminuição de 738 inscrições. Mas o número final de inscritos fica mais ou menos na média dos eventos anteriores.  




Comentários
» Enviar seu comentário


29/04/2011
Luiz Gustavo

As provas: Raphaela, FNSL, 4 FRIENDS, etc.... Superam Avaré em premiação e organização. Quem sustenta a ABQM é o tambor, com o passar do tempo naturalmente as pessoas do tambor vão deixar de ir para as provas "grandes" da ABQM e com isso a ABQM se tornará apenas registradora de animais. Pensem comigo: quanto dinheiro eles ganham em taxas anuais, registros e importações por ano sem precisar sair do escritório ? Será que eles estão preocupados organizar e fazer da melhor forma um evento que dê tanto trabalho assim se eles podem continuar a ganhar dinheiro sem sair do escritório ? O Thomas sabe bem o trabalho e o custo de se fazer uma boa prova, ainda que seja usando o dinheiro alheio, como é o caso da ABQM.

Abs,
Luiz Gustavo de F. Mouchalouat
luiz.figueiredo@gmail.com
(21) 8202-5500
28/04/2011
Fazenda Paraíso

Bom, nesse mesmo blog foi noticiado uma ação feita por parte de um pessoal da vaquejada. Não sei qual a opinião de vocês, se é certo ou errado, se é tiro no pé, eu não sei, ainda não formei uma opinião certa. Mas que quando a ABQM sentir no bolso vai dar resultado, a isso vai!!!!. Se com crítica e sugestão não melhora...então...qual a solução...nós sustentarmos a incompetência da ABQM? É isso? De qualquer maneira, acredito que seja o rumo natural das coisas se não melhorar.... Vejam:

"Tem cada uma...Semana passada, andando nos corredores da ABQM, um criador me disse que tem um grupo (ele não falou quem) está "organizando" uma Vaquejada numa cidade próxima da onde será o Potro do Futuro da modalidade pela ABQM. Segundo informou, a premiação será de R$ 200 mil , para tentar esvaziar o evento da ABQM. Pode? Tem gente que gosta de dar tiro no pé. Se alguém está descontente com os rumos da Associação, tem de sugerir, enviar propostas para tentar melhorar e participar dos rumos da entidade e não tentar boicotá-la. Muita gente se esquece que a ABQM somos todos nós (criadores e proprietários)".

28/04/2011
sergio

Infelizmente todos se preocupam apenas com as pistas,que é o palco principal,mais temos tbm que nos preucupar com a s baias que na maioria das vezes sao pessimas,e quando chove entao nem se fale,Nao falo só dos eventos da ABQM e sim de todos.
Nossos animais tem que estar super confortaveis para apresentarem um belo espetaculo.
28/04/2011
LUCIANE GIACON GONÇALVES


Avaré
Olá amigos! Admiro e respeito o blog de vocês. Gostaria que comentassem a situação que se encontra o Congresso em Avaré. Nossa tropa está chegando por lá e as baias estão na maioria inundadas! Chuva novamente em Avaré!
27/04/2011
Valter Rezende

Bem... Na verdade penso que muitos vão concordar comigo nas minhas considerações , pois é sabido por todos que há muito a ABQM vem cada vez mais nos decpcionando em alguns quesitos de extrema importância para cada vez mais profissionalizarmos este esporte maravilhoso, e é no setor privado que mais uma vez encontramos este profissionalismo dedicado, responsável e cada vez mais sério , segue :

. Falta de um recinto decente e com instalações dignas ao tamanho da família do cavalo
. Sistema burocrático de inscrições e de alto valor
. Sistema parcial e confuso de reserva de baias, principalmente quando de alvenarias
. Premiação medíocre
. Demora para pagamento de premiações
. Falta de melhores Instalações e rede hoteleira de Avaré com pouca oferta e muito caro

Não vou ficar aqui como jogando panos quentes, meus comentários são objetivados por uma ABQM cada vez melhor , menos burocrática, menos enfadonha , com um studbook decente e moderno, os associados cada vez mais respeitados e todo aquele que acredita, ama e investe seu dinheiro nesta paixão pelo cavalo quarto de milha seja cada vez mais valorizado.

Graças a Deus temos hoje muita gente séria que ajuda nesta busca de constante melhoria e profissionalismo do esporte... Parabéns a ABTB, Haras Raphaela, FNSL, Rancho Oásis entre outros e... Reflexão, Humildade e Sorte a AQBM !

26/04/2011
Paulo Padovani

Acredito que a ABQM no futuro servirá apenas como entidade registradora de nossos animais.
Aqui no Brasil as coisas estão tomando um rumo parecido com o dos EUA, a queda do prestígio de eventos chancelados pela AQHA/ABQM e um contínuo crescimento dos eventos "particulares", assim como é o caso do GP Raphaela entre outros.
É o rumo natural das coisas, se a diretoria não abrir os olhos é isso que vai acontecer, e vai saber se não isso oque ela quer que aconteça.
26/04/2011
Marcelo Rabelo

Caros amigos, fica claro pela maioria das manifestações expressas aqui a insatisfação dos quartistas com a ABQM, eu e muitos outros achavamos que as coisas mudariam para melhor com a troca da presidência, acho que me enganei !! Diante as atitudes tomadas pela associação , como as abusivas taxas cobradas para "tudo", a mais absurda delas é a possibilidade do aumento da taxa de importação de 2 para 15 mil reais. Motivo esse, por que os pequenos criadores " o povo " descobriu que nao é dificil importar. Assim nao vamos ficar pagando preços esorbitantes em animais trazidos por grandes criadores, esses mesmos que estão presionando a ABQM para aumentar a taxa .Esta na cara que a associação gira em torno dos grandes criadores, além das taxas , ainda marcam as provas para o meio da semana, e esquecem que os pequenos criadores que se esforçam para mater seus animais e participarem das provas precisam trabalhar para pagar gastos e que nossos filhos precisam estudar para ter um futuro melhor. ACORDA DIRETORIA DA ABQM, QUREMOS MUDANÇAS E PARA MELHOR, AFINAL "RENOVAR É PRECISO" MESMO.
25/04/2011
thomas souza

o bruno tem um bom ponto - nos eventos ABQM e limitado a participacao de um competidor com ate 6 cavalos (3 castrados, 3 inteiros). isso por si so reduz o numero de inscricoes comparado ao GPR. e talvez melhor, faz refletir sobre essa regra que limita a participacao de um competidor. ja falamos sobre isso no blog em outras situacoes.

mesmo, assim, essa queda de quase 20% nas inscricoes assustou o mercado pelo que tenho falado. ninguem esperava de fato uma queda tao acentuada no numero total de inscricoes.
25/04/2011
joao maciel garcia

para nós aqui do interior e pequenos criadores isso não é surpresa , altas taxas , mudanças de regras ( principiantes etc ) , vocês verão no campeonato nacional a pessima surpresa , hoje a grande força no quarto de milha deveria ser para quem está começando , e não é o que está acontecendo , daqui algum tempo somente os ban-ban-ban estarão participando dos eventos oficiais , volta logo seu ovidio .
23/04/2011
Bruno Ribeiro

Olá !

Gostaria de comentar minha opinião sobre os numeros do congresso, não pretendo puxar a sardinha pra nenhum lado, mas como profissional do cavalo analiso alguns numeros assim:
- Primeiro : a comparação do numero de inscrições do Gran Prix com o Congresso, acho errada pois no Gran Prix não existe limitação de animais por competidor e sabemos que muitos correram com mais de 20 animais, coisa que na ABQM na melhor das hipóteses um treinador entre Jr e Sr corre 12 animais, mas não sei de nenhum que tenha essa combinação. Acho que seria mais justo contarmos o numero de cavaleiros inscritos e não conjuntos, aí sim veremos se existe grande diferença, aliás fica aí minha dúvida.
- Segundo: quanto a baliza, sempre é menor o numero de animais na Jr, e no Iniciante é menor ainda, mas não acho que seria por falta de investimento, é mais porque um cavalo de baliza demora mais pra ficar pronto, alguns só começam a correr com 5 anos. É normal historicamente falando termos animais mais velhos na baliza.

Acredito em numeros , mas creio que devemos saber analizar, este é o meu ponto de vista . Um profissional que acompanha o mercado e o esporte a 18 anos. E a queda nas inscrições pra mim se chama seleção, cada profissional dentro de seu haras também opta por levar apenas os animais que julga competitivos naquele momento, já ouvi isso de vários colegas este ano.
Não que concorde com as altas taxas , acho abusivas, pois sei bem o custo de se participar de um evento como este.
Sempre quero colaborar , por isso exponho minha opinião.

Até mais
Bruno
21/04/2011
thomas souza

so falei o q eu ouvi meu caro felipe. nao me leve a mal. 308 inscricoes e um otimo numero para a baliza!
so fiquei preocupado quando vi que a aberta senior tem 45% mais inscricoes que a aberta junior -isso mostra que o pessoal nao esta investindo na modalidade. um pena porque precisamos ver mais cavalos novos entrando na modalidade para que ela possa crescer.
no tambor tivemos quase 200 na junior e por volta de 160 na senior. ou seja 360 nas duas abertas. se comparar com o gpr iii, quando tivemos 550 na aberta, vemos que pela primerira vez na historia as provas da abqm perdem o posto de maior do brasil para a prova do amigo dirlei rugolo. incrivel!
abs
20/04/2011
Felipe Mello

É Thomas, vc tem hora que é muito infeliz no seus comentários, acabei de contar agora e vi que as seis balizas deu 308 inscrições isso por ser no meio da semana i mais um, sem falar que 90% dos cavalos inscritos nas duas abertas são cavalos 20s ao contrario dos 3 tambores que de todas as inscrições nas abertas, si der 20 a 30% são de 17s....!!!!
20/04/2011
Sandro Mastra

Só aqui do nosso rancho deixarão de ir oito animais, que tem como o seu forte a baliza, mas também correm tambor. Se considerarmos que cada animal correria pelo menos duas vezes na baliza e duas vezes no tambor, temos uma ausência de 32 inscrições. O fato principal que nos desanimou de levar os animais do RJ para as crianças correrem, foi basicamente por elas estarem em provas e a data escolhida para as seis balizas foi em dia de semana (fora de feriado). Neste caso os Pais das crianças optaram pela educação acadêmica das mesmas.

Estaremos participando apenas no Tambor, com seis animais que estão em SP, mas ainda assim será um desgaste, pois iremos sair do RJ na sexta para correr no sábado e domingo e retornar para casa. Tem que gostar muito!!!!
20/04/2011
robert jales

é caros colegas quartistas....vejo que não sou o unico que penso nessas possibilidades, mas e a ABQM???....sera que ela não percebe que esta errando em alguma coisa???
é por mais um congresso vou ficar em casa!!!abraços.
20/04/2011
thomas souza

Pelo que ouvi, a baliza foi a que mais sofreu por correr no meio da semana - a modalidade ja esta moribunda e ainda fazem isso com ela.

Ouvi que foi uma combinacao de:

1) nao ser no feriado
2) baliza ser no meio da semana
3) taxa de chuva ser por inscricao e nao por animal
4) premiacao fraca
5) custo alto de prova - hotel, frete, baias etc etc

enfim...bola pra frente!
20/04/2011
edson ferro

Concordo com todos Raquel,Marcos e Aureo, principalmente mudança de datas,taxa de chuva, e baias de alvenaria que e mais facil ganhar na sena que conseguir uma, meu protesto foi em silencio deixei minha tropa em casa
20/04/2011
Ingrid Moretti

Thomas está queda vc sabe me dizer em quais as modalidades... Seria bom si conseguir colocar separado vc não acha!!!
19/04/2011
Raquel

Taxas que muitos não concordaram (como eu por exemplo).
Data, que como o Aureo disse, complicada.
Premiação, que é sempre a mesma, independente do quanto pagamos de inscrição.
E acho que alguns outros fatores como baias+chuva, pista coberta mas sem a certeza de ser boa, entre outros contribuiram pra isso.
Não me assustou essa queda, eu mesma, contando esses fatores, decidi deixar meus animais em casa, são 3 e cada um correria pelo menos 3 vezes!!! Fica dificil mesmo, com esse custo alto!
19/04/2011
Aureo Antonio Fiorita

Thomas, tudo bem?
Acredito que essa queda de inscrições, deve-se ao fato de todo ano, o Congresso acontecer junto com o feriado de Tiradentes.
Esse ano, devido ao fato do feriado ser junto com o feriado da Páscoa, e ser mudado para uma semana depois, dificultou os jovens que tem aula (época de provas bimestrais), e aqueles que não podem se ausentar do serviço, pois baliza começa já na 4ª feira, ou seja, após um feriado de 4 dias, na outra semana a pessoa tem que enforcar mais treis dias, fica realmente dificil. Não vejo como culpa de ninguem esse fato, apenas uma infelicidade de coincidencia de datas.
Abraços,
Aureo.
19/04/2011
marcos

Bom minha tropa nao ira devido ha varios motivos de nao levar, um dos quais e a taxa de chuva que e um absurdo, por ser cobrada por inscrição e nao por competidor minha filha por exemplo correia com 3 aberta, 3 jovem e 3 feminina so de tx de chuva inscrição seria um absurdo sem contador com treinador e outro meu filho image só.entre outros motivos pelos quais nao quero citar no momento.
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos