Vai Importar? Melhor Correr porque a Taxa vai Aumentar!
03/02/2011
« Voltar


Ta pensando em importar um QM dos EUA? Ta planejando a renovacao do seu plantel ou mesmo a formacao de um platel para criar?

Entao e melhor correr com o seu planjamento. A razao e simples.

A ABQM decidiu elevar a taxa de importacao de R$2 mil para R$15 mil, inviabilizando assim a importacao em muitos casos.

Um cavalo que fosse comprado por US$10 mil la e chegaria aqui ao custo total de uns US$23 mil, depois do aumento previsto para daqui a 45-60 dias, vai ver o custo subir para quase US$31 mil, ou seja um aumento no custo de importacao de quase 60%!

Entao corre porque depois dessa medida a conta vai ficar salgada!




Comentários
» Enviar seu comentário


09/02/2011
Bruno Ribeiro

Olá a todos!

Acho que realmente é muito alta esta taxa, inviabilizará todo um processo.

Mas gostaria de comentar também que poderiam criar caminhos para o modelo de importação.

Acho que esta questão de valor de ganhos em dolares para se trazer um animal é bom até certo ponto. Certa vez já falei sobre isso.

Pois sendo assim muitas vezes não podemos trazer animais de excelente genética e principalmente genética não consanguínea. É um absurdo o quanto de cavalos todos de mesma linhagem vêm para o Brasil.

Quem sabe a ABQM não poderia abrir uma campanha para importação de novas linhagens, aquelas que os gringos escondem da gente e que são a salvação deles pra fazer novos garanhões e campeões?

Aquelas que no início do QM no país vieram em meio a vários outros, e que até hoje de vez em quando fazem surgir um grande animal no país.

O válido é discutir para que nem os criadores nem a raça percam.

Até mais

Bruno

07/02/2011
Roberta

Israel Neves - favor identificar-se mandei um email para você e voltou, nao publicarei seu comentário se nao passar seu nome e email verdadeiro!!!!!!
04/02/2011
Luiz Gustavo de Figueiredo Mouchalouat

Acredito ser apenas uma medida pessoalmente protecionista que visa única e exclusivamente preservar aos grandes criadores que hoje comandam a ABQM. Agindo desta maneira eles "excluem" os pequenos da competição do mercado. Não sou criador, não tenho sequer pretensão de importar um cavalo, mas amo o Quarto de Milha e o que está sendo feito é pura safadeza. Thomas peço que publique minha opinião, quem ficar insatisfeito com meu comentário que me procure pessoalmente.



Abs,

Luiz Gustavo de Figueiredo Mouchalouat
04/02/2011
Marcello chiapeta

É simples, os animais que os grandes criadores compravam la fora por 50mil Us, faz o marketing e vende por 500mil Rs, e viram que essa mamata estava acabando pois todos viram que nao é nenhum bicho de sete cabeças importar.

Acho sacanagem pois é uma medida protecionista aos grandes criadores e esquecendo do fomento da raça e qualidade em genética, pois querem que fiquemos agarrados nos shady Leo da vida enquanto ganhão fortunas com as importações deles. E o menos favorecido que continue pagando caro e fica pouco tempo no esporte por que nao agüenta.

Vamos pensar grande gente, quanto mais cavalos bons entrarem hoje em nosso plantel melhor, pois os preços tem que cair, tem que melhorar a genética e tem que dar acesso do esporte a classe media ao menos, pois so assim poderemos ser encarados como um esporte e ser visto pela mídia, ganhando respeito e cercando o esporte, isso é fomentar e nao manter o esporte na mao de uma dezena de criadores formando um grupo quase que fechado.

Lembrem que hoje em dia o PSI ta correndo atras para abrir a sociedade hípica deles, pois hoje eles vêem que o Brasil ja nao pertence mais a meia dúzia de coronéis.
04/02/2011
Luiz Gustavo

Está claro que o motivo é pessoalmente protecionista, e é obra dos grandes criadores que comandam ou comandaram a ABQM ! Dessa maneira eles vão "restringir" as importações a eles.



Triste !

Luiz Gustavo
04/02/2011
Gustavo Monteiro

Olá Thomas,



Li a notícia no blog e fiquei bastante triste, pois certamente esta medida irá afetar a qualidade do plantel brasileiro. Com ela, deixaremos de importar animais que farão falta para o nosso banco genético, pois deixaremos de importar algumas buchas sim, os animais que normalmente são comprados mais baratos apenas para a venda em leilões, mas deixaremos também de importar alguns animais com idade mais avançada com boa base genética que contribuiriam para o nosso plantel, mas que ficam com custo-benefício prejudicado pelo número de produtos que poderiam ser tirados, por exemplo de uma boa matriz.



Num primeiro momento pensei que fosse uma medida protecionista para os criadores brasileiros, o que eu concordo em partes, pois é melhor que o dinheiro gire aqui dentro, do que saia muito para fora. Se fosse uma medida protecionista, diria que tínhamos errado na mosca, pois seria melhor mexer nas normas de importação e deixá-las mais rígidas, pois assim garantiríamos qualidade e mesmo assim diminuiríamos o número de produtos importados protegendo um pouco os criadores brasileiros e a indústria relacionada ao cavalo. (Apesar de continuar achando que a seleção mais justa é a dentre das pistas)



Mas por outro lado pensaria como proprietário e competidor, será que não era a hora de aproveitar o câmbio favorável e importar mais animais de linhagens de ponta para podermos assim melhorar a qualidade do nosso plantel e baixar os preços abusivos das boas linhagens no Brasil?



Acredito que o real crescimento do QM no Brasil só se dará quando tivermos preços mais baixos, possibilitando assim a entrada de um maior número de pessoas no esporte e realmente sendo acessível para a classe média, o que aumentaria a base de inscrições, premiações, vendas de animais, etc. Mas isso é assunto para uma outra hora.



Voltando à notícia do blog, fui dar uma olhada nas atas das últimas reuniões da diretoria, que constam no site da ABQM, mas não achei nenhuma menção à nova super-taxa. Aí uma outra coisa me despertou atenção, o resumo das contas da ABQM.



A ABQM vira deficitária na maioria dos meses. Saímos de um caixa de R$ 6,5 milhões em junho/2010 para R$ 4,7 milhões em Novembro/2010. Isso não é nenhum segredo, tá tudo no prestando contas do site. Então o raciocínio da nova medida é simples, gerar receita para acertar as contas. Se no ano passado foram importados 500 cavalos e tivéssemos esta taxa de mais R$ 13 mil, seriam já R$ 6,5 milhões a mais no caixa da ABQM.



Supondo que com a nova taxa o número de importações caia para 300 animais, ainda teremos R$ 3,9 milhões a mais, o que cubria a projeção de déficit de R$ 3,5 milhões. (Aqui não quero ser determinista com os valores, mas apenas demonstrar o raciocínio, pois não conheço as particularidades do balanço da Associação.)



Então, entendo a medida, mas acho que foi utilizada a forma mais fácil e rápida de sanar os problemas e não necessariamente a mais profissional e acertada. Acredito que os quartistas em conjunto poderiam pensar em várias outras formas de gerar receitas como a criação de um cartão de crédito da ABQM, como já existe da AQHA, licenciamento de produtos da marca de uma maneira profissional e abrangente, um fundo junto aos leilões e várias outras medidas.



A idéia aqui é contribuir e não criticar. Prefiro que sejam pensadas medidas agora (como estão fazendo) do que deixar o caixa da ABQM ir embora.



Abraço

Gustavo
04/02/2011
robertt

foi o tempo em que a ABQM era boa...tempo esse do nosso ex-presidente dr ovidio que apoiava os seus socios e amadores, hoje é cobrado taxas ate para respirar, um exemplo disso é que eu como competidor amador deixei de ir competir pela primeira vez um potro do futuro que tinha do ano passado, devido um monte de taxas que estavao cobrando.não que eu tinha um potro com grandes chances de ganhar, mas tinha um sonho de participar em uma competição dessa...agora vai saber quando vou conseguir comprar um outro potro e mante-lo ate essa competição. esse é meu ponto de vista que quero deixar bem claro, a ABQM devia rever seus principios e conceitos, pois não é todo socio que é rico e esta disposto a ficar bancando esse monte de taxas abusivas q so vão aumentando!!!
04/02/2011
Thomas Souza



Pessoal



Tenho recebido MUITOS comentarios com criticas e elogios sobre a questao.



Mas so vou publicar se o nome ou pelo email for verdadeiro.



Nao quero passar pelo que passei no ano passado quando so faltaram bater na minha pessoa fisicamente, porque moralmente fui linchado.



Uma pena que seja assim. O governo do Egito esta prestes a cair devido ao Facebook e aos Blogs e por aqui voce e ameacado se tem um!



Abs a todos



Thomas
03/02/2011
joao guilherme gozetto

é ai que os coroneis da ABQM comeca a aparecer denovo! isso só acontecera porque os criadores importantes que todos sabem quem sao, entre muitos outros, comecaram a nao lucrar com a importacao! RENOVAR continua sendo preciso, mais nao pra PIOR, por favor!

03/02/2011
Rafael Simões

Porque a taxa vai aumentar ???? Algúem pode explicar ???
03/02/2011
Thomas Souza



Criticas e elogios serao aceitos somente com o nome e email da pessoa.



Abs
03/02/2011
Pablo

Será que esse aumento abusivo é porque alguns criadores estao achando ruim, pois assim nao conseguem mais vender seus animais por preços abusivos??? Pq se comparamos nossos preços com os de lá, juntamente com a genética, é uma vergonha!!!!!

Acho que a diretoria da ABQM deveria se preocupar mais com a maioria de seus associados, do que com poucos coronéis que querem ditar o merdado do cavalo aqui no Brasil e fazendo com isso que novas pessoas deixemde entrer nesse mercado.
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos