Doping no Congresso!
21/05/2010
« Voltar

O exame anti-doping pegou um animal.

Uma egua de nome, super ganhadora com seu treinador, um dos melhores da modalidade seis balizas. Nao so isso como a egua e de um criatorio novo que tem investido de forma forte na modalidade.

Na categoria Aberta Senior.

Vamos aguardar um pronunciamento oficial da ABQM. Acho que o correto e o mercado saber dos detalhes de quem pratica o exame. Vamos aguardar!



Comentários
» Enviar seu comentário


01/06/2010
caca

Boa tarde, eu acho errado a sally continuar correndo, assim como o fio nas provas, punicao foi dada punicao deve ser cumprida, e achei pouco ainda o periodo de punicao , e demorarao p pegar o fio, vamos fazer exames de outros cavalos ai
01/06/2010
marcello chiapeta garcia

Em resposta ao Renato Maranho, antes de perguntar quem é a egua belle sana lince de uma olhada no stud book da abqm antes de falar besteira, mas sei que a ignorancia não é geral, voce deve ser do tipo bairrista que só olha o seu umbigo e le pouco e esta sempre mau informado.

A Belle Sana Lince tem hoje 160 pontos em quatro anos de campanha, registro de merito superior na aberta e jovem em seis balizas e tres tambores, campea exibicao e reservada campea aberta congresso 2009 (e a campea nao foi a sally), campea de exibicao e aberta congresso 2010 uma das poucas eguas fechadas em trabalho que tem ficado top ten em tambor aberta desde 2007 onde os cavalos de corrida começaram a despontar. Poderia escrever 10 folhas sobre a belle sana lince, mas vai procurar.

Trabalhamos duro para chegar onde chegamos e nunca dopamos nossos cavalos nem nas provas onde nao tem anti doping, amamos nossos animais acima do esporte. coisa que é notorio que uma minoria não se importa com seus animais e sim com os resultados, e sei que com o trabalho serio chego lá. Acho tambem que só poderiam homologar um recorde se esse mesmo fosse calçado em exame anti doping mesmo que quem tivesse que pagar pelas custas (no caso de não ter exame na prova) seria o interessado por essa homologação, no caso o proprietario.

obrigado

marcello chiapeta

obrigado
27/05/2010
NBQM vai fazer exames anti-doping em todas as etapas.

O Núcleo Bauruense do Cavalo Quarto de Milha, sob a diretoria da Sra Lilian, está com quase tudo certo para a realização,(pelos veterinários especializados do Jokey de SP), de exames anti-doping já na 5ª etapa, já no final de junho.

Acredito que daqui 1 ano, a realização desses exames nas Associações e Núcleos, será um ítem de extrema importância para um competidor se inscrever (ou não...) em uma prova. Valerá como garantia de igualdade nas competições.

Sou suspeita para falar do NBQM, mas gostaria de dar os parabéns para a diretoria, por sair na frente numa questão tão importante para os competidores.

Abraços Thomas e Roberta
25/05/2010
Hélio Itapema

Genteee..chega de polemica...é uma unanimidade que queremos que o tambor , rédeas, e outros esportes do quarto de milha se torne olimpico...entao temos que nos acostumar com o regulamento FEI, que não consdero o mais radical e sim o mais completo. quando se abre um prescedente a medicar um animal, quer seja com uma pomada, ou com um cardiotonico, estamos liberano uma brexa para ser usada a favor das pessoas. quanto à fei, não podemos falar apenas em cavalos de hipismo, já que rédeas está iclusa na cbhe fei.

gente , já esta na hora de profissionalizarmos o esporte.

quanto ao custo para coleta do material, o valor cobrado pelo joquei clube varia de 350,00 a 450,00 reais dependendo do numero de animais coletados. O valor cobrado pelo veterinario varia. inclusive, ja fiuei a disposição para realizar coleta de material em varios eventos.

qualquer duvida me ponho a disposição

helio itapema clinicadeequinos@uol.com.br
25/05/2010
A regra é Clara

caro Ricardo Alcantara suas colocações sobre o assunto CBH e AQHA quero esclarecer o seguinte: A questão do passaporte para os animais é livre não é prerrogativa da CBH e sim um serviço que esta disponivel para qualquer animal seja de qualquer raça. A CBH disponibiliza mediante o pagamento de taxas (serve para Crioulos, QM, Arabe, Paint). A regulamentação da AQHA é clara na questão do doping onde se tem legislação própria é a que vale. A AQHA não pode e não faz regras impostas a paises ou estados (que tem legislação própria) não é que nem a FIFA, ela respeita as leis locais. E no caso da ABQM optou-se em utilizar as normas da FEI que é filiada a WADA entidade internacional de controle de doping. Sendo o laboratorio do Jockey de SP ser o unico credenciado pela FEI no Brasil e o segundo na América do Sul, temos que cumprir com as normas internacionais, alias são as mesmas aplicadas as corridas de Puro Sangue Ingles no JCSP, nas provas do cavalo Arabe, nas prova do cavalo Crioulo, nas provas do Mangalarga Marchador. Se você viu o artigo escrito no site do UOL que eu postei ontem aqui mesmo no blog você verá que ABQM esta no caminho certo.
25/05/2010
Ronaldo.

Um dos comentários abaixo sugere, corretamente, que a enorme maioria dos atletas (especialmente da espécie equina), inevitavelmente sofrerão lesões físicas ao longo da sua carreira.

Em medicina esportiva equina os Médicos Veterinários têm fundamental importância mas não apenas eles. Explico:

Quando um atleta humano se machuca ele vai sempre optar por se tratar da melhor forma possível, para que se preserve sua atividade.

No caso de uma lesão na véspera de uma convocação para seleção do seu país, ele optará por competir no sacrifício, muitas vezes sem medir conseqüências e portanto agindo de modo imediatista que pode lhe sacrificar a carreira.

De modo analógico, pode-se incluir aqui valor de mercado do atleta, idade e momento da carreira em treinamento, grau da lesão e sua importância, limitância da lesão para competição, entre outros.



Porém, cavalos nem sempre gostam e necessitam competir. Ninguém deveria obrigar um animal a competir submetendo-o a risco de vida e/ou lesão permanente sem tratamento.



Assim, antinflamatórios (esteróides ou não) e outros tipos de analgésicos não deveriam ser administrados em hipótese alguma para agirem durante a competição.



O que se reivendica para a FEI é que limites dos metabólitos destes fármacos sejam tolerados na circulação sangüínea, pois estariam mais agindo como doping, apenas indicariam que o animal foi medicado com algum tempo de antecedência. Neste caso, se o animal sofreu um abrazão na boca, teve alergia a cama de serragem nova, apresentou conjuntivite, pisou numa pedra, perdeu a ferradura (ou outros problemas físicos menores...), em treinamento na semana que antecede a competição, poderá ser medicado sem riscos.



O que não é indicado é que o animal sofra qualquer tipo de lesão articular, por exemplo, e seja dopado para competir, pois certamente o esforço a que se submeteria a articulação doente causaria efeitos colaterais irreversíveis.



O antidoing é bom, preserva a vida dos nossos atletas, ajuda na seleção de indivíduos fortes fisicamente, mas certamente deve ser mais adequado e tecnicamente compreensível do que as atuais regras da FEI pregam.



Um abraço a todos e parabéns a Belle Sana Lince e ao Lili, que dessa feita ganharam das máquinas Sally Shady e Fio, demonstrando superioridade!
25/05/2010
Thomas Souza

Nao fazemos anti-doping na nossa prova porque e muito caro e nao temos como bancar mais esse custo.



Ja fomentamos a modalidade da melhor maneira que podemos. Se quiserem, a FNSL tem o maior prazer em fazer o AD nas provas dela, e so alguem patrocinar. Fica a sugestao!



Sobre nossos cavalos, contra fatos nao ha argumentos. Temos a felicidade de ter uma linhagem correta e saber trabalhar bem ela. E simples assim.
24/05/2010
POLEMICO

Alguem poderia me ajudar a entender porque sera que os treis melhores tempos do grande Victory Fly foram em pistas cobertas?Ele e o rei dessas pistas!!Sera que nessas provas teve exame anti doping?
24/05/2010
POLEMICO

Thomas,



Acho que deveriamos prestar mais atencao nesses cavalos que so fazem tempo baixo nas provas que nao tem exame anti doping e que nas provas da ABQM podem ate se sair bem mas sempre com tempos bem superiores.Falando nisso porque voce nao da o exemplo e comeca a exigir exame anti doping nas provas ai da sua casa?Isso te daria mais legitimidade para discutir esse assunto tao polemico.
24/05/2010
Ricardo Alcantara - Rancho 3T

Caros amigos!!

No mercado do cavalo a vastidão de raças nos faz ter regulamentos diferenciados.

A ABQM não responde a CBH (confederação brasileira de hipismo)

Entenda-se HIPISMO

Esta tem diferenciais , nossos cavalos não possuem passaporte e nem um dos outrs pré requisitos da CBH

O regulamento de antidoping da ABQM é o da AQHA aquele q é valido para os Estados Unidos independentemente de qualquer adendo diferente e particulara a cada estado.

COmo diz o nosso amigo a regra é clara, mas infelizmente não tão clara!!

Este fato ocorrido, pode acontecer com qualquer um de nós até por desinformação.

Sendo assim acho muito mais interessante trabalharmos em pró do cavalo e dos conjuntos.

Nosso regulamento antidoping infelizmente deixa a desejar, tanto para o criador, competidor e o pequeno proprietário, pois ele não deixa claro a nenhum de nós o que se deve fazer ou não, sou contra medicamenteos para aumentar a performance e diminuir a vida útil do animal, porém sou 100% a favor de tratarmos nossos cavalos em caso de dor.

Acredito que com esta nova comissão de ética do tambor e baliza , devemos desenvolver um um regulamento bem como uma listagem de medicamentos , de forma simples e objetiva. Isto pode e isto não pode



Att



Ricardo Alcantara
24/05/2010
charles

Galeraaaaaaaaaaaa, vamo dopar, porque conforme o rodrigo diz, mesmo com a suspensão imposta pela abqm, a sally e o fio vão participar de todas as provas, quem quer ponto? participar é o que interessa

Dopping liberado, porque a punição é otima
24/05/2010
Martha

Cristina, respondendo as suas perguntas, de acordo com o que eu sei, o período de suspensão é tanto para o cavalo quanto para o cavaleiro, e as vezes chega a ser até para o haras, não sei qual é o critério usado para essa decisão. Quanto as provas, a suspensão vale para todas as provas oficiais da ABQM, ou seja, qualquer prova que pontue o animal será proibida para os suspensos.

Quanto ao valor do AD, sei que é um valor alto, mas o que custa mais caro é o veterinário credenciado para fazer a coleta do que o próprio exame, posso estar errada nos valores, mas uma vez me informaram que seria em média 1.000 reais a diária do veterinário, e uns 200 reais cada exame, se realmente for assim, o veterinário, que é a parte cara, já estará pago para ficar lá, não custa nada coletar dos 5 primeiros colocados pelo menos, para que, como disse anteriormente, em casos como este o novo 2º lugar também fazer o exame. Sem contar que se aumentasse menos de 5% o valor das inscrições, ou tirasse da premiação o valor para a realização desses exames não seria tão prejudicial assim, pelo menos eu acho que seria bem mais justo. Portanto creio eu que nas provas da ABQM o problema não seja o dinheiro. Sem contar que com o valor da multa do que foi pego, e que todo ano tem, da para pagar muuuitos exames, mas pra onde que vai esse dinheiro?

Quanto a fazer o exame em todas as modalidade eu concordo pois creio que não seja apenas no tambor e baliza que essa prática ilegal é usada, já ouvi muito sobre os cavalos de rédeas e conformação, mas como não tenho base, não entrarei no assunto.

E concordo com o Haras sto antônio, acho que TODAS as provas com premiação acima de 100 mil devia ter o AD!!!! É um absurdo não ter! Pois há aqueles que ao ver o dinheiro oferecido esquecem que os seus cavalos são ANIMAIS, e injetam o que for preciso para ganhar, no fim o que tem o melhor medicamente pode acabar ganhando uma booa vantagem, e até a prova, deixando o verdadeiro potencial do cavalo em segundo plano, sendo que uma prova serve, entre outras coisas, para medir o potencial do cavalo! E não da tecnologia que inventa novos medicamentos!

Obrigada.
24/05/2010
Thelma Dias

Senhores,Não da para entender, No caso de um animal campeão ser pego no dopping ele é punido e perde o título. Passam esse título ao 2º colocado que vira 1º e para o 3º colocado vira 2º e assim sucessivamente. Porém esses animais não se submeteram ao Dopping. E ai como vicamos com essa situação. Visto que o 2º que virou primeiro e o 3º que virou 2º, também poderiam estar dopados. Duram com esse barulho

Portando o correto seria fazer-se um sorteio de no mínino 10 (dez) animais entre todos os competidores. Independentemente da colocação.



Abraços





24/05/2010
valdyr Figuiredo Ferraz

Ola pessoal, Estamos solidarios com o Fio, um dos melhores treinadores deste pais. Alguma substancia inserida nos medicamentos que foram utilizados no tratamento por algum desconforto clinico da Sally, não deveria ser considerado como dopping. Os veterinários ficam na maioria das vezes de mãos atadas sem saber o que medicar para um animal enfermo.

sds
24/05/2010
Cristina

Boa tarde a todos. Como sou leiga no assunto, gostaria de aproveitar esse blog para ver se alguem pode esclarecer algumas duvidas que tenho:

- Conforme esclarecimento do Haras Imperial, houve punição de 120 dias - esta punição é para animal e cavaleiro ? Sendo assim o treinador não pode competir com outros animais de outros proprietários ?

- Em provas oficiais e oficializadas pela ABQM o animal e competidor não poderão participar ? Pq conforme nota do Haras Imperial :..."Nesse período de suspensão imposta pela Abqm a Sally continuara competindo com o Fio mesmo sem pontuar..." eles poderão competir ? Se não, que deve "vetar" a participação ? Os organizadores das provas ?



São somente algumas dpuvida, que espero que alguem possa me ajudar a esclarecer.
24/05/2010
A regra é clara

Para todos que acompanham esse blog veja essa matéria publicada no site do uol em 2005 sobre um caso de doping na olimpiada de 2004 que desclassificou o conjunto medalha de ouro no hipismo. O conjunto usou a mesma substancia que o Gontijo disse na nota publicada nesse blog.



08/01/2005 - 17h31

Alemanha perde ouro na prova de saltos por equipes de Atenas-04

Das agências internacionais

Em Londres (Reino Unido)A Alemanha vai perder a medalha de ouro conquistada na prova de saltos por equipes das Olimpíadas de Atenas, disputadas em agosto de 2004. A FEI (Federação Eqüestre Internacional) decidiu, neste sábado, desclassificar o conjunto formado pelo ginete Ludger Beerbaum e o cavalo Goldfever por doping, tirando da Alemanha a primeira colocação na prova.





Beerbaum e Goldfever: doping de cavalo tira ouro da Alemanha em Atenas-04

O time dos Estados Unidos vai ficar com o ouro, enquanto a Suécia subirá da terceira para a segunda colocação no geral. Os alemães, mesmo com a punição, continuarão no pódio, passando a receber a medalha de bronze.



"O comitê de justiça da FEI decidiu que o cavalo (Goldfever) deve ser desclassificado das Olimpíadas, e que toda premiação recebida pelo conjunto, inclusive em dinheiro, deve ser devolvida", afirmou a entidade em declaração oficial publicada em seu site.



"Os resultados da prova por equipes das Olimpíadas serão alterados, tirando da Alemanha os pontos conquistados por Goldfever e Beerbaum, como se eles nem ao menos tivessem participado dos Jogos", completou.



A Beerbaum resta a possibilidade de apelar da decisão no CAS (Corte de Arbitragem Esportiva). O cavaleiro alega que o esteróide encontrado foi proveniente de um medicamento de uso tópico utilizado para tratar uma irritação na pele do cavalo.



A FEI admitiu que o cavalo não tenha sido "turbinado" com o esteróide betametasona, e que a substância foi proveniente de um tratamento médico legítimo. "No entanto, o cavaleiro falhou ao não conseguir garantir que o animal não competisse com substâncias ilegais ainda em seu corpo", afirmou a entidade.



A decisão pode acabar beneficiando o brasileiro Rodrigo Pessoa, que luta para ter sua prata nos saltos individuais convertida para ouro. Pessoa espera a eliminação do cavalo irlandês Waterford Crystal, montado por Cian O'Connor, também por doping.



O'Connor alega que o medicamento encontrado na contra-prova do cavalo não alterou o desempenho do animal na competição.
24/05/2010
A regra é Clara

A AQHA permite o uso de algumas substancias porém esta muito claro em seu regulamento que nos Estados (esta escrito assim pois o regulamento de deles foi feito para os EUA e cada Estado tem leis proprias e onde houver regulamentação especifica deverá ser respeitado. No caso do Brasil somos filiados a AQHA porém temos autonomia e regras proprias para o uso de medicamentos. Por ser o laboratorio do Jockey Club de São Paulo reconhecido pela FEI temos que nos submeter as regras da FEI.Quem queiser saber mais sobre as substancias proibidas segue o link da FEI.

http://www.cbh.org.br/admin/arquivos/ProhibitedSubstancesList_Jan2010.pdf

24/05/2010
marcos roberto de freitas

Nós do haras sto antonio achamos que toda prova com elevada premiação deveria ser obrigatorio o exame antidopping...poderia se tirar 20 mil dos 350 mil destinados a premiação e fazer os exames dos primeiros e segundos lugares e mais alguns por sorteio ...assim estariamos protegendo os nossos animais...nas provas menores a abqm se incumbiria de fazer estes exames por amostragens...vamos por ordem pois afinal não sabemos contra quem estamos competindo...............Marcos e Daniel Freitas - Haras Sto Antonio Bauru SP
24/05/2010
Thomas Souza

Eu pessoalmente acho que deveriamos seguir a regra da AQHA que esta mais proxima da realidade que a regra da FEI que e muito radical.



E acho que nos proximos eventos da modalidade isso deveria ser discutido. Nos da modalidade de tres tambores deveriamos nos unir e entender melhor porque a ABQM nao pode usar do regulamento da AQHA. Se a razao for boa e incontestavel ai bola pra frente, mas se nao for deveriamos abrir para o debate.



Mas uma coisa que deveria mudar e o preconceito que se tem com as modalidade de tambor e baliza ja que elas sao as unicas que tem AD (corrida tambem tem). Deveria ser feito um AD com todos os ganhadores de todas as modalidades (de conformacao a redeas) e ainda um sorteio entre os participantes aleatorio. Ai sim a politica AD teria mais credibilidade na minha avaliacao.



Precisamos aprender com os erros e acredito que esse caso de doping pode ser algo de ruim que aconteceu para o bem. Tenho certeza que o Fio e o Rodrigo Gontijo sao pessoas corretas, mas todos erram e sem duvida isso deveria servir de licao para todos. Para isso acontecer precisamos nos unir e colocar a questao em debate e como muitos disseram educar melhor todos pq muitos nao sabem o que pode e o que nao pode e ai ja viu.



Abs
24/05/2010
thomas souza

A quem me chamou de otario (editei pq o palavrao nao era do nivel do blog) e ameacou, esta ai no ar.



Quer criticar, critique de forma inteligente e nao ameacadora. Vivemos numa democracia e todos tem o direito de livre expressao.



Abs
24/05/2010
inimigo

tomas eu acho aque voce e un otario .mas como sei que v n vai por no ar isto

a sua h vai chegar ,
24/05/2010
helio itapema

o problema de realizar o exame antidopagem em muitos animais é o custo elevado do mesmo.

por este motivo a abqm restringe a algumas categorias, mas estas categorias são e podem ser alteradas em cada evento, por exemplo, há 3 anos atras, foram coletados cavalos de rédeas. eu acredito que o mais digno seria exaltar os cavalos que deram negativo no antidoping do Congresso.

Quantos cavalos foram para o exame antidopagem? Quem foi? quem deu negativo? voces não acham que valorizariam estes cavalos caso eles tenham corrido sem tomar nada?

acho o mais correto divulgar TODOS os resultados no site da ABQM, assim como a CBH tem feito.

att

helio itapema
24/05/2010
Gilberto Pinto

Quando deu dopping no cavalo do ex-presidente da ABQM qual foi a repercução ...abafarão! por que está falação agora está mi cheirando coisa de oposição!!! Vamos lá minha gente bola pra frete cuidem de suas proprias vidas...
24/05/2010
Wilson Camargo

Conheço o Fio i sei de sua capacidade como profissional tenho certeza qui ele não fez nada para a Sally que não fosse para seu bem estar. E aos que estão com dor de cutuvelo ganhe deles na pista kkk!
24/05/2010
Marcelo Alvez

O Thomas qui palhaçada e está! tá parecendo que estão li dando com criminosos aonde já si viu um negocio deste a ABQM não tem criterios pois na AQUA depende da substãcia encontrada para cosiderar doppig ou não. Aonde está escrito as subistãcias que pode e as que não podem! I porque só é feito anti-dopping na velocidade ou seja tambor e baliza o critério é que os competidores e animais da aberta são os suspeitos...
24/05/2010
renato maranho

O Gabriel sera qui essa tar de Bella Sana nâo estava na copa onde a Sally fez 19.802 seg...KKK. Aonde tambem teve exame anti-doping. I no Rio de Janeiro no Ability kkk . Tchau!
24/05/2010
Ricardo Alcantara - Rancho 3T

Caros amigos,

Já que o assunto é pertinente , gostaria de elucidar e até perguntar aos entendidos.

Qual o regulamento antidoping da ABQM ??

Até onde me consta é o utilizado pela AQHA , correto??

Até onde estou informado, o regulamento da AQHA permite a utilização de medicamentos para alívio de DOR do animal.

Correto?

Sendo assim o uso de ANALGÉSICO e ANTI-INFLAMATÓRIOS , pelo regulamento da AQHA SÂO permitidos, certo ou errado?

Estes medicamentos não irão alterar a performance natural do animal e sim apenas aliviar a DOR que o mesmo esteja sentindo , por qualquer enfermidade momentânea que esteja acometendo o animal.

Sua farmacocinética é totalmente diferente de medicamentos estimulantes ou esteróides, que estes sim, irão alterar capacidade pulmonar, capacidade muscular e conseqüentemente melhorar o desempenho, mesmo que fraudulentamente do animal.



Atenciosamente



Ricardo Alcantara
23/05/2010
Indignado

A Sally é um exelente animal, e o Fio um dos melhores treinadores deste pais. Eles não iritam precisar de doping para vencer

O que deve ter ocorrido foi o uso de algum medicamento que foi dado para a égua sem intensão de dopala.

Quanto ao NACIONAL DE 2010, estão dizendo que a nova diretoria deseja levalo para alguma cidade do Parana, Será o fim dessa diretoria se isso acontecer. São Paulo não pode aceitar uma aberração dessas. Nos temos registrados na ABQM, mais de 130.000 animais, contra 37.000 naquele estado. Portanto, são os Paulistas que devem decidir essa parada. Alem de doer no bolso da maioria esmagadora competidores (Paulistas, Mineiros, Matogrossences, Cariocas, Nordestinos, Goianos, etc) pois teram que viajar muito mais para cruzar o Estado de São Paulo, para se digirirem ao Parana. Essa não cola!!!!!!!!!



Abraços
23/05/2010
fazer exame anti-doping é caro

Martha

o problema eh o preço. Fazer o exame anti-doping eh muito caro! Sempre haverá a discussão sobre quem pagará a conta.
23/05/2010
info

Complicado esse assunto, pois todo mundo agora descendo a lenha no animal e no seu respectivo treinador, pois deveria se dar mais importancia a esse tópico, tem certas substancias que deveriam ser liberadas como se acontece em alguns jockeys clubes como diureticos e antinflamatorios, pois muitos irão dizer que estou falando besteira, mas pensem o que será dos animais sangradores? Animais de idade avançada e com certas afecções?Tem pessoas que nem sabem sobre a tabela FEI e ficam criminalizando pessoas, com dizeres assim: Fulano dopa os cavalos, ciclano so bomba e por ai vai... Caracteriza-se Doping toda e qualquer substancia que se administre em um animal que não seja o que o organismo do mesmo o produza fisiologicamente, E posso dizer que muitos animais correm com substancias que caem no doping, um exemplo claro é o gama orizanol, pois se forem verificar na tabela FEI, ele aparece lá como substancia proibida, então pessoal devemos tomar muito cuidado ao julgar. Quanto a categoria Feminina foram animais para o doping sim!

O que vale lembrar é que ninguem quer cair no doping, muitas vezes esses mesmos animais correm outras provas onde não se exige AD e com certeza usam alguma substancia, pois estamos falando de atletas e atletas tem lesões, consequentemente atleta lesionado não consegue ter um bom rendimento dentro de sua função...

23/05/2010
Martha

Como toda prova da ABQM, as únicas que promovem o exame anti-dopping, mais uma vez um animal foi pego, mas acho que eles ainda aplicam o exame em muitas poucas categorias, e coletam de poucos animais, eles deviam coletar pelo menos até o 5º colocado, para que, em um caso como este, o novo segundo colocado também fizesse o exame. Sem contar que nas categorias Jovem, ninguém coletou nada! E eu acho que nem no Amador nem no Feminino! Ta certo que a categoria Aberta é a mais importante, mas as outras devem seguir a mesma regra quanto a isso! tanto na baliza quanto no tambor! Bom, há boatos também que a ABQM apoiaria os núcleos associados a fazerem o exame em suas etapas, sem aviso prévio e sorteando um ou mais animais para a coleta, eu acho que seria ótimo para deixar a competição mais justa, mas, vamos ver se isso sai do papel né.
23/05/2010
hélio itapema

este ano, a FEI,federação equestre internacional, está pegando pesado no quesito anti doping. Por este motivo, o joquei clube de sao paulo (laboratorio responsavel pelo exame do congresso) se atualizou e comprou novo equipamento que detecta algumas substancias novas. Provavelmente esta sensibilidade aumentada deva ter pego alguns competidores de surpresa.

De qualquer forma, fica a dica, para todos os compétidores se informarem com seu veterinario sobre quais substâncias podem ser administradas antes dos eventos. Alias, não havia a campanha para exame antidopagem em varios eventos da ABQM? continuo só vendo este procedimento no Congresso, Nacional e Potro do Futuro.
21/05/2010
Gabriel

Quem falou que a Sally Shady ganhou a baliza aberta senior no congresso está equivocado, ela ficou em segundo lugar... Quem ganhou a aberta senior e exibição foi a Belle Sana Lince, com o Lili... Metendo o fumo na Sally Shady mais um ano, pra variar... Alias fazendo o único 19 segundos do congresso... Isso sem correr com a Tocha, e a Sally como caiu no doping estava com a tocha!
21/05/2010
Gustavo Santoro

Vamos com calma. Mais uma vez a mesma criminalização dos envolvidos com um animal que saiu com alguma substância proibida no exame anti-doping? Acho que não é por aí. Os responsáveis devem ser punidos, óbvio, mas isso não quer dizer que são criminosos.



Agora cá entre nós: a égua não era uma das favoritas? Oq deu na cabeça desse povo para dar analgésico nela? Acharam que não existia exame para os primeiros colocados?
21/05/2010
esconder

pq sera q querem abafar? sera pq:



1) a Sally ta alojada no CT do regis fratti conselheiro da ABQM?

2) o Fio e um dos mais respeitados e queridos treinadores e faz parte do comite de etica?

3) o animal faz parte da tropa do haras imperial que esta investindo um montao no QM?



quem sera q consegue responder isso? so a ABQM ao manisfestar sobre o assunto!
21/05/2010
luiz alfredo de lima

por favor alguem poderia me ajudar? como funciona essa comissao de etica? pq me parece q o fio faz parte dela



e pelo q parece ele nao tem etica alguma



alguem poderia me ajudar a entender como isso funciona
21/05/2010
nome aos bois

Todo mundo ja sabe, vcs da FNSL so estao sendo elegantes! vamos dar nomes aos bois:



Categoria - seis balizas aberta senior, perdeu o 2 lugar

Animal - Sely Shady, alojada na casa de ninguem menos que o conselheiro da ABQM Regis Fratti, e por sinal todos sabem q a egua e estourada e so corre com analgezico.

Competidor - Fio (por sinal esta no comite de etica!!!!)

Prop: Haras Imperial - um dos Four Friends! Mui amigo!!!



Punicao - 4 meses de gancho



ABQM - todo mundo na modalidade ta falando sobre isso...vamos la se pronuncie!!!

21/05/2010
CURIOSO

O que dizer de uma diretoria que depois de 6 meses ainda nao decidiu ,aonde sera o Nacional 2010??

Se fosse com a antiga ,todo mundo estaria caindo de pau em cima

Mas quanto ao dopping temos informaçoes quentes de que as punicoes serao exemplares,como alias sempre foram,logico que sempre caberao as medidas judiciais etc.....

ALGUEM SABE AONDE SERA O NACIONAL?????????PELO MENOS NO SITE NAO EXISTE NENHUMA INFORMACAO A RESPEITO
21/05/2010
r

Eu acho que nao é boato, ate pq a egua (que todo mundo sabe mas nao tao falando o nome nao sei porque) havia ganho o congresso e no site da abqm onde tem a premiacao ela nao esta mais la...

E agora? Qual a punicao?

Sera que a sally vai ficar afastada?

Sera que o fio vai ficar sem correr mesmo?

E o Rodrigo? Qual sera a punicao?



Eu nao sei direito como é a punicao, se alguem souber direito, favor informar.
21/05/2010
luiz alfredo de lima

bom dia senhores,mais uma vez esse blog toma a frente e coloca uma noticia no ar

ainda como boato por ninguem da abqm ter informado o fato,eu sinceramente espero que essa nova diretoria conduza o fato de maneira totalmente diferente da antiga,eh muito triste imaginar q por ser um grande criador,um famoso treinador e um animal de ponta o fato passe despercebido, mais um caso de dopping acabando em pizza nao da,se isso acontecer realmente jogo a toalha e desencano da abqm e fica claro q renovar eh preciso mais isso nunca acontece

pq sera?
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos