Quando Vendedores Mentem, Todos Perdem!
18/02/2009
« Voltar

Quem que cria, compete ou e so proprietario e nunca caiu na mao de um vendedore de cavalos mentiroso e picareta?

A FNSL com certeza ja aprendeu varias licoes na mao desses espertalhoes.

Lendo a revista Horse & Rider, gostei de um artigo que fala um pouco sobre essa questao, que por sinal e igual em todos os lugares do mundo!

O artigo traz dicas do Bob Avila, veterano de 30 anos do meio do cavalo.

Ele fala sobre casos em que a ganancia fala mais alto, como por exemplo de um vendedor que sabe que o cavalo tem um problema serio de saude e esconde o problema para poder executar a venda.

Dizer "cuidado comprador" nao adianta muito nessas horas.

Bob recomenda contratar um treinador ou agente (que coloca vendedores e compradores juntos) de reputacao ilibada e que voce tenha feito um trabalho de checagem extensivo sobre o seu trabalho e sua honestidade antes que voce comece a procurar o animal que voce deseja comprar.

Pode ate custar mais caro devido a comissao paga (cerca de 5%-10%), mas esse custo pode efetivamente poupar um dinheirao se ele salvar voce de comprar uma "bucha".

O Bob tem comprado varios cavalos pelo intermedio de agentes e ele acha que tem dado certo. Isso porque os agentes geralmente tem uma rede de relacionamentos que ajuda voce a encontrar oque quiser mais facil. E ele geralmente compra e vende de pessoas idoneas, e isso faz com que o grau de honestidade seja maior, porque se um desses vendedores for desonesto com o agente, ele perde credibilidade e uma fonte de bons negocios.

Ainda, se o cavalo por algum motivo nao deu certo para o comprador, esse mesmo agente pode ajudar a vende-lo mais facilmente. Isso nao quer dizer que esse metodo seja a prova de enganacoes ou problemas - mas nao existe na arte de se comprar cavalos um ponto que de garantia total ao comprador que ele nao tera problemas.

O Bob ja viu tantas vendas de cavalo "azedarem" que ele decidiu escrever um livro sobre o assunto - A Smart Horse Buyer (hoserbooksetc.com) - algo como o Comprador Inteligente de Cavalos que fala como selecionar um agente, um questionario do que deve ser perguntado e analisado na hora de se comprar um cavalo, como eliminar cavalos que nao prestam para certos compradores, como selecionar um bom veterinario para fazer o Vet Check etc.

A AQHA (seria bom se a ABQM fizesse o mesmo) tem um instrumento que ajuda os compradores chamado 4aHORSE que faz a ligacao do comprador com criadores honestos e treinadores qualificados via a sua pagina na internet. O estado da Florida passou uma lei que regula a transparencia na venda de cavalos para ajudar os bons compradores a se proteger dos maus vendedores.

E uma pena que o mercado precise de leis e regulamentacao para o comercio de cavalos.

Mas o fato e que vendedores desonestos e mal intencionados levam a isso. E eles fazem um mal enorme a industria de cavalos ja que o comprador desiludido nunca mais volta e vai falar mal do meio para todos.

A conclucao disso tudo e simples - quando a industria do cavalo cai, todos envolvidos nela caem junto. Quando a industria melhora, todos melhoram juntos. Estamos juntos nessa.

Vender o seu problema e criar um novo problema para uma pessoa desavisada nao e bom para industria do cavalo.

Entao seja um vendedor inteligente de cavalos, e mais importante, seja honesto e etico.



Comentários
» Enviar seu comentário


18/02/2009
hernani azevedo silva neto

Helio faço das suas as minhas palavras.

Eu acostumado ao JCSP e aos leiloes de PSI,ate hoje nao entendo um proprietario comprar um cavalo ,as vezes de valores muito altos e nao pedir auxilio para um veterinario.Isto e o q ocorre no meio do QM

Sao muito raros os vet checks pré compra

abração
18/02/2009
joao



Oi Thomas,



Então concerteza e infelizmente isso ocorre no nosso meio. E digo mais vejo que alguns vendedores de cavalo so se preocupam com o que entra em seu bolso, eles nao estão preocupados com o resto do ciclo em que o cavalo esta incidido. Vejo q estes nao fomentam o desenvolvimento das partes técnica, estrutural e ate mesmo o desenvolvimento regional do tambor. Outra coisa preocupante é oq mais vimos acontecer em 2007 e 2008, animais supervalorizados, (sei q bons cavalos devem sim ser valorizados, mas ha um limite), so pra fazer media de leilao.

Um fato q me intriga eh a entrada de ranchos, q não é do ramo de tambor, nesse mercado, espero q isso seja positivo, mas será q estes não estão aproveitando do aquecimento da modalidade. Devemos ter cuidado para o tambor nao vira mais uma uma prova de criadores, mas sim uma prova q reúna criadores e proprietários.



Não podemos ter mais criadores q proprietário, isso eh uma regra lógica de demanda e oferta. Se não ha qm demande o setor quebra.

Torço q em um futuro próximo o estilo de venda de cavalos aki no brasil mude, venderemos cavalos de uma forma mais direta, ou seja assim como ocorre nos EUA no mercado d tambor, la a grande parte das vendas são diretamente no rancho oq da mais credibilidade.



abrç



João Ricardo

18/02/2009
helio itapema

caro thomas

interessante esta noticia, e posso comentar que o quarto de milha deve se profissionalizar para acompanhar o mercado. todas as outras raças, os leilões são feitos com um exame veterinário acompanhado de raio x de todos os animais, no quarto de milha isso não é uma realidade. em cavalos de corrida e salto, sou chamado toda semana para fazer um exame de compra (vetcheck), onde´o animal é minuciosamente examinado e radiografado, e ainda se preciso, feito endoscopia e ultra som, no quarto de milha , acho que só fiz uns 2 exames do tipo , e pior ainda, depois que o proprietário tinha comprado o animal, e queria um "motivo" para deveolve-lo. temos que profissionalizar o meio para chegarmos ao status que queremos na criação de quarto de milha, são poucas as pessoas que pensam desta forma.

grande abraço

helio itapema
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos