Leia Comunicado ABQM - Dopping!!
01/02/2009
« Voltar

Veja abaixo o comunicado da ABQM sobre o dopping. Falta colocar os nomes dos animais que foram testados NEGATIVOS e dizer se vao aumentar o leque dos exames ou so farao para o ganhador das modalidades Tambor/Baliza. Vamos aguardar mais detalhes das resolucoes.


Comunicado da Diretoria Executiva da ABQM

Em cinco anos, cinco casos de Dopping. Exames agora poderão ser feitos também nas provas e campeonatos oficializados. No Congresso 2009, a ABQM promoverá palestra sobre o tema.

Ao longo de cinco anos, no período de 2004 a 2008, em 15 campeonatos oficiais promovidos pela ABQM, após serem feitas coletas de materiais laboratoriais em 195 animais, foram detectados em cinco deles resultados positivos (Dopping).

A Diretoria Executiva em reunião realizada no dia 28 de janeiro, resolveu aprofundar os controles sobre o uso de dopping e, assim, passa a estender a possibilidade (a seu critério e escolha) de realização de exames de dopping também nos eventos oficializados pela ABQM. Essa exigência passa a ser também condição para pontuação no RMT e classificação para a Copa Campeão dos Campeões. As formas de realizações desses procedimentos serão comunicadas oficialmente aos Núcleos e Associações Oficializadas pela ABQM e as medidas passam a vigorar já em 2009.

Durante o Congresso deste ano, que será realizado em Maringá (PR), de 16 a 21 de abril, para estimular um melhor conhecimento e debater amplamente o assunto, a ABQM promoverá palestra específica sobre dopping para treinadores, cavaleiros e proprietários. Esperamos e contamos com a participação expressiva dos nossos associados!

Potro de Futuro 2009 - Três Tambores - Classe Aberta

Em decorrência dos laudos emitidos pelo Departamento de Controle e Pesquisas Antidopagem do Jockey Club de São Paulo, na amostra de urina nº A 0449, referente ao animal RIDER ZORRERO - P096302, os exames detectaram a presença das substâncias: TEOFILINA E CAFEINA, tanto na prova como na contraprova (paga pelo proprietário).

Punições previstas no Regulamento e aplicadas, neste caso, pela Diretoria Executiva: Conforme o Regulamento Geral de Concursos e Competições da ABQM em vigência, em seu Artigo 55,

Parágrafo 1º - O animal que for constatado dopping perderá as suas classificações e premiações no evento;

Parágrafo 2º - Suspensão de 120 (cento e vinte) dias de todos os eventos da ABQM, a partir do momento em que for constatado o dopping, para o cavaleiro, animal e proprietário;

Parágrafo 3º - O proprietário será multado em 10 salários mínimos.




Comentários
» Enviar seu comentário


07/02/2009
helio itapema

caros amigos

gostaria de lembrar, que as pessoas "dopam" cavalos, não só para ter um ganho extra na sua performance, mas também para tirar dor do animal, para acalma-lo, para ganhar massa muscular.

por esse motivo, devemos fazer doping em várias modalidaeres, não só no tambor a baliza.

lembro que há uns 4 anos , foi realizado um exame na modalidade rédeas.

além disso, devemos lembrar que o cavalo escolhido para o exame anti doping, normalmente está classificado entre os primeiros colocados, mas pode-se escolher qualquer animal estabulado no evento desde a entrada dele no recinto.

grato

helio itapema
02/02/2009
helenolima

É necessío divulgar o resultado de todos os exames efetuados. Os negativos e os positivos. Isto dará maior credibilidade aos eventos. Heleno Lima
01/02/2009
Thomas Souza

Oi Julia



Obrigado por todas as informacoes e comentarios sempre pertinentes e agregadores!



Sou super favoravel a sua campanha e vou apoia-la sem restricoes! Otima iniciativa!



Acho que seria otimo a ABQM fazer os exames em todas as modalidades (pelo que escuto falar, eles dopam e muito desde Apartacao ate Working Cow Horse!!!) E seria otimo aumentar o numero de exames para talvez um % do numero de inscricoes - talvez 5% ou 10% nao sei bem.



Mas estou de total acordo com voce! Vamos tentar acabar com esse dopping que so estraga a nossa mais querida modalidade!



E Julio, seria bom voce dar mais detalhes do que vc esta falando - fico surpreso com o tom convicto dos seus comentarios!!



Abs a todos,



Thomas
01/02/2009
Júlia Frati

Thomas,

O importante, acho, foi a DIVULGAÇÃO do resultado do exame que deu POSITIVO e a PUNIÇÃO aplicada para o CAVALEIRO e o PROPRIETÁRIO, além do merecido descanso para o animal!

Uma questão que você colocou não é bem assim e qualquer associado pode se informar na ABQM. A realidade é que o exame pode ser feito em QUALQUER ANIMAL, de qualquer MODALIDADE ou CATEGORIA e não importa a CLASSIFICAÇÃO. Os animais coletados são escolhidos durante o evento, livremente, pela quipe designada, sendo o Dr. Jarbas o responsável. É claro que os "preferidos" são de Tambor e Baliza e por uma simples razão: São modalidades de VELOCIDADE, montadas por muitos jovens e crianças, além dos profissionais.

Também não confere a informação que os exames são feitos SÓ NO CAMPEÃO. Prova disso é que a ST SUGAROBBY, montada pelo Vaguinho, chegou em segundo, FOI COLETADA, DEU NEGATIVO e acabou sendo a grande campeã do PF-2008!

Agora o que acho mais importante de tudo isso foi a DECISÃO da ABQM de poder fazer dopping nas provas OFICIALIZADAS. Elas vão ganhar muito mais CREDIBILIDADE.



E qual a sua opinião sobre o movimento "NO DOPPING, NO PROVA"? Conto com o seu apoio!



Abraços, Júlia Frati.
01/02/2009
Julio Barroso

Agora ta explicado!



So assim para aquele animal ganhar algo! Tinha algo de muito estranho mesmo!! Coloca todo o PF 2008 Aberta Tres Tambores em questao!!!!!



E os outros, sera que nao tinha mais nenhum animal dopado? Duviiiiiiiiiiiidooooo!!!



Seria baum a ABQM cancelar esse potro do futuro fajuto e fazer outro!



A APTB vai ter que fazer doping tambem!!! Pq senao, os chamados cavalos "agulha" vao reinar!!! E tem muitos por ai!! Tem uns animais q sao ganham essas provas e ai chegam no Congresso e Nacional e nao fazem nada...ja repararam? Nao precisa nem dizer os nomes ne!!!!



Abracos a todos e ate a prova da APTB!



Julio
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos