Os Recordes da AQHA no Tambor
09/10/2008
« Voltar

Qual o tempo recorde por categoria da AQHA nos tres tambores (pista padrao igual a nossa da ABQM)?

Essa e uma pergunta que muitas pessoas fazem.

Conseguimos a resposta.

Os melhores tempos da historia no World Show da AQHA de acordo com o seu banco de dados sao:

Amador (2006) – 16.798 seconds

Junior (2000) – 16.569 seconds

Aberta (1995) – 16.652 seconds

Vale lembrar que os animais que conseguiram esses tempos sao todos de linhagem de corrida.

O mais rapido com o tempo de 16s569 e chamado Easy Dash Oak, e vai a Dash For Cash e Easy Jet.

Vale lembrar que a nossa pista oficial ABQM e a mesma que a da AQHA.

Incrivel nao? E pensar que o melhor tempo no Brasil (17s026) esta longe desses tempos.

Nota do Blog: O e-mail enviado pela AQHA diz que a pista e no padrao oficial, que e o mesmo tamanho da nossa (nos copiamos o tamanho da pista). Sem duvida existem arenas menores em que os tempos sao bem menores. Mas nesse caso, o padrao da pista e o mesmo. Acreditamos que assim como na natacao ou atletismo, os nossos "atletas" estao abaixo do padrao americano, e devemos receber isso com naturalidade, exatamente pelos motivos que o nosso amigo Heleno falou - linhagens e suplementos melhores. Mesmo assim a FNSL acredita que o tempo de 16s no Brasil e uma questao de tempo!

O Heleno tem razao em muitos pontos que ele coloca. Mas nao achamos que tem algo errado. Nao tenho duvida que a pista e muito melhor e o uso a muito mais tempo da linhagem adequada para a modalidade sugere que o dominio no treinamento e "tocada" maior por la. Um outro ponto que pode significar preciosos centesimos: aqui demoramos anos para entender que o reparo tem que ser feito no menor intervalo possivel. Nao faz muito tempo faziamos o reparo em 10 em 10 ou mesmo 15 em 15!!!! E hoje estamos em algumas provas fazendo de 5 em 5. Nos EUA existem provas em que o reparo e feito de 3 em 3. Quando menor o intervalo, mais nivelada fica a pista para todos. Outro ponto e que la os cavalos correm 1x no maximo e aqui vemos os cavalos correndo 2-3x. Isso tudo pesa muito na nossa avaliacao.

O melhor tempo nos 100 metros de um brasileiro na olimpiada de Beijing (2008) daria o ouro para o ele so na olimpiada de Roma em 1960!! Nosso competidor fez o tempo de 10s26 e o Usaim Bolt fez 9s69 brincando...o melhor tempo do Brasil, do Robson Caetano, e de 10s11, ou seja 420 centesimos pior q o recorde mundial. Entao e ate natural que o nosso melhor tempo esteja na faixa de 16s alto 17s baixo.




Comentários
» Enviar seu comentário


09/10/2008
denis lima

ola tudo bem?

o haras Mosquito importou um cavalo novo de 6 anos considerado uns dos melhores de la, Porque que ele naum coloca ele nas pistas para que nos possamor comparar, porque dizem que cavalos bons tem que se provar é la dentro da pista



abraços

09/10/2008
heleno lima

Oi Thomas.



Bom uma discussão em alto nivel.



Sempre bem vinda com o caro amigo, muito elegante até na hora de discordar.



Bem, continuo minha pesquisa.



E, veja abaixo, o que encontrei no site da AQHA nos resultados de 1999, na categoria jovem.



É de deixar a gente curioso.



Foi neste mesmo campeonato que o OAK fez 16.798 como cavalo junior.



Realmente não entendo tanta discrepancia.



Entrem no site da AQHA e confiram.





1999 WORLD SHOW YOUTH FINAL RESULTS









BARREL RACING









01

OKA DEE 2371291 Bay Gelding 05/01/1985 Sire: DOCTOR MONTOYA

Dam: DEES QUEEN BEE



Time: 16.000

02

JET A VENTURE 2743651 Brown Gelding 03/01/1988 Sire: JET A VAN

Dam: MARILEE MARGARET



Time: 16.000

03

THE FLYING BUG 2583234 Brown Gelding 04/07/1987 Sire: FE FE'S BUG

Dam: MISS FLYING



Time: 16.044

04

LITTLE BERSEEM 2653970 Dun Gelding 04/28/1987 Sire: MATT'S GOLDEN LUCK

Dam: LEOS LADY BERSEEM



Time: 16.231

05

1145 DUSTY DOO BEE 3086524 Gray Gelding 05/27/1991 Sire: FLAMING TALENT

Dam: JACKIE DOO BEE



Time: 16.257

08/10/2008
heleno lima

Ok Thomas.

De maneira nenhuma estamos questionando a veracidade das informações da AQHA.

Mas existe algo errado.

Se compararmos estes resultados com as Provas da ABQM, onde os melhores estão na faixa de 17.4 a 17.6 veremos que os tempos informados pela AQHA chegam perto de 1 segundo de diferença para uma corrida e três viradas, perfazendo mais ou menos 120 metros.

Certo. Atletas de Atletismo de alto nivel, americanos, correndo 100 ou 200 rasos ou 110 com barreiras não colocam 1 segundo em atletas brasileiros de alto nivel.

Imagine, portanto, cavalos que são muito mais rápidos, conseguirem fazer isto.

As linhagens, entre os melhores, são semelhantes.

Nossos cavaleiros profissionais já demonstraram que estão no mesmo nível técnico.

Os treinamentos são identicos, haja visto o constante intercâmbio.

Aonde estaria esta diferença.? Na técnica nos viradouros? Na alimentação ? Na qualidade das pistas ?

Queremos deixar estas indagações para os estudiosos.

Que outros companheiros tenham a palavra.

Vamos continuar a pesquisar.

Um abraço Heleno
07/10/2008
heleno lima







O Easy Dash Oak (apelido “Roundpen”) pertence a competidora Tammy Key e já classificou-se para três finais em Las Vegas (WNTR 2002.2003,2006).



Foi “Campeão Potro do Futuro 1999”, e correu o melhor tempo da WNFR, em 2002, com um 13,63, quando foi nomeado”Horse of the Year”, in Barrel Raging.



Esteve machucado por longo tempo e retornou agora as competições. Trata-se de um cavalo de grande valor.



Entretanto o tempo passado pela AQUA não parece ser em uma pista dentro dos nossos padrões.



Acontece que nos USA as pistas “indoor” são menores variando de 16 a 13 segundos de acordo com o tamanho da Arena Coberta utilizada.



Praticamente não existem competições em pistas descobertas pelo sol muito quente no verão e o frio no inverno. Somente no Norte ou nas Montanhas e no Canadá (verão) se corre em pista descoberta.



Fiz uma pesquisa e descobri que dois importantes rodeios correm em pistas abertas e do mesmo tamanho das nossas (devem haver outros também). Foram o de Cheyenne Frontier Days e Calgary Stamped, ambos muito importantes e com altíssima premiação, por exemplo, em Calgary são 100 mil dólares à primeira colocada.



O primeiro foi ganho pela Brittany Pozzi-Pharr, montando Sixth Vision com 17,53. O segundo, em Calgary-Canada, foi vencido por Tana Popino montando Perryman Star, 17,42 fazendo a final com a mesma Pozzi-Phar, que marcaria 17.50. Nestes torneios existem as disputas tipo Final Four.



Assim, mesmo não se tratando de uma comprovação inconteste fica registrado que nas grandes competições out-door, em pistas iguais as nossas, as melhores cavaleiras do USA em seus melhores cavalos fazem tempos dentro do padrão de nossos melhores.



Na verdade, a genética que temos aqui é a mesma a partir dos avós, variando, evidentemente, nos pais.



Assim, salvo melhor explicação, entendemos que os tempos estão no mesmo patamar, possivelmente contribuindo para uma pequena vantagem dos americanos a qualidade das pistas (temos poucas boas) e certamente os suplementos energéticos de melhor qualidade. (já temos alguns bons).



Eu, particularmente, arriscaria a dizer que nossos melhores cavalos participariam de Rodeios e Provas no USA, em igualdade de condições.



Abaixo, para ilustração, o resultado dos 10 melhores colocados na Final -2007 da IBR – International Barril Racing, disputado sempre em Arenas cobertas, tendo a pista, aproximadamente, 15 metros menos.





Draw Rider Horse Time Place Money

1 Kay Blanford Talents Dark Angel 16.445 1D 1st $1,080

2 Jackie Dube Imanonstop Princess 16.473 1D 2nd $848

3 Kenna Squires Fire and Flit 16.497 1D 3rd $693

4 Latricia Duke Firewaterontheocks 16.519 1D 4th $539

5 Stephanie Fryar Sail On Lena 16.529 1D 5th $385

6 Tyrney Steinhoff Nate Shilabar 16.544 1D 6th $308

7 Kenna Squires Rambling for Fame 16.564

8 Tammy Key Fischer Easy Dash Oak 16.635

9 Charmayne James Charlie 16.659

10 Corey Breedlove Cash In On Perks 16.659



02/10/2008
denis lima

ola tudo bem com voces?

queria resaltar que realmente nossos tempos estaum bem a sima dos tempos de la,mas nos temos que considerar e muito a qualidada das pistas americanas,e nos corremos cada ves em uma pista diferente, a quanto tempo eles descobriraum a linhage ideal para a modalidade e nos ate agora naum definimos isso ou seja agora que nos abrimos os olhos para a linhagem de corrida e estamos vendo que é ai que esta o futuro dos tres tambores e a quantas gerações eles estaum na nossa frente e o mais importante eu tenho sertesa que se o VICTORY FLY passar uma temporada lá ele pulverisa esse tempo



abracos a todos
O Blog (painel de notícias) da Fazenda Nossa Senhora de Lourdes é um espaço criado para a divulgação de informações e troca de idéias, permitindo, inclusive, a participação de terceiros por meio de comentários. A opinião expressa nos comentários reflete a opinião do autor e, não necessariamente, representa a opinião da FNSL. A Fazenda Nossa Senhora de Lourdes não se responsabiliza pelo teor destes comentários. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do visitante que enviá-lo, sendo o número IP, data e horário da postagem armazenados em nosso sistema.
Fazenda N. Sra. de Lourdes - Jaguariuna:(19) 3867-1226. (11) 3071-3866 | Fazenda Estrela do Sul - Uberaba:(11) 3071-3866 . (34) 9960-6172
Desenvolvido por Mercado de Cavalos